quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Ah, essas viroses!

Não tem nada pior para uma mãe do que ver o filho doente, né? Mesmo que não seja nada grave, o que mais queremos é ver a cria saudável o tempo todo. 

A Malu acordou ontem (terça-feira) estranha, manhosa, indisposta, muito diferente do seu normal, pois sempre acorda tagarelando e enchendo a casa com a sua alegria. Mesmo assim vesti o uniforme da escola pensando que podia ser só cansaço. Mas ela não quis comer nada, outro sinal que algo estava errado, e então, eu e o papai, decidimos não mandá-la para a escola e observar um pouco mais. 

Ela ficou a manhã toda deitadinha no sofá vendo TV, comeu muito pouco e pedia colo para a mamãe, mas estava sem febre. 

Fui trabalhar e o papai ficou com ela. Mas ficou muito preocupado e ligou para o pediatra agendando uma consulta. 

Fomos para a clinica e, chegando lá, a pequena começou com diarreia. Era esse o sintoma que faltava para deixar bem claro que se tratava de uma virose ou, como disse o Dr. Fernando, uma gastroenterite. 

O termo virose é muito conhecido das mamães, principalmente daquelas que tem filhos pequenos na escola e pode indicar tanto uma gripe ou resfriado, quanto um problema intestinal, que é o caso da Malu. 

Não existe muito o que fazer, o tratamento é sintomático, ou seja, para aliar os sintomas, analgésico para dor/febre,  soro para evitar desidratação e uma dieta leve. No mais, é esperar que passe em alguns dias.   

Então, a mamãe está em casa cuidando dela, fazendo a sua comidinha e trocando muitas fraldas. Mas, graças a Deus, a Malu está reagindo bem. Hoje já está mais disposta e comendo melhor, só a diarreia que ainda persiste, mas não na mesma freqüência que ontem. 

Espero logo, logo ver a minha princesa 100% bem!

Atualizando... Graças a Deus, a Malu se recuperou rapidinho da virose. Retornou à escola na sexta-feira e passou o final de semana super bem! O apetite voltou ao normal e a disposição par brincar também. 

3 comentários:

  1. Poxa, Lu, essas viroses nos deixam de cabelo em pé. No início do ano, Davi teve uma atrás da outra e eu ficava desesperada. Eram dias de febre alta e nenhum sintoma aparente. E o que mais me preocupava era a falta de apetite, já que demora muito a ganhar peso e perde rapidinho. Mas graças à Deus passou alguns meses sem ter nada e espero que continue assim! E a Malu é bem fortinha e passou dessa com tranquilidade. Logo vai estar 100%!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esses susto nos deixam de cabelo em pé! Mas com o tempo a gente vai lidando melhor com essas viroses que perseguem os pequenos né?E logo ela estará 100% novamente, fazendo farra! Bjs

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo seu comentário!
Eu respondo por aqui. Volte para dar uma olhadinha na resposta.
Se precisar de uma reposta mais urgente, mande um e-mail lucianawinck@hotmail.com
Beijos!