segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Mais uma reação alérgica...

Uma das brincadeiras favoritas da Malu é com a comida das nossas cachorras! Ela adora colocar mais comida para elas (a gulosa da Kissa se esbalda!), dar ração com a colher para a Nina (sim, a Nina come ração na colher!) e, no último sábado, inventou de fazer "sopa de ração" tirando a ração da vasilha com uma colher e colocando na água. 



Deixamos ela brincar assim por uns 15 minutos, sabendo que ela iria se molhar toda e logo iria ter que tomar banho. 

Mas que surpresa tivemos quando tiramos a sua roupa e descobrimos que ela estava cheia de urticária nas pernas, barriga, mãos, braços... Distraída com a brincadeira, ela nem percebeu a coceira... 

Demos um banho, uma dose de antialérgico e ficamos observando. Eu pensei que íamos ter que levá-la para o Pronto Socorro porque ela reclamava muito de coceira nas mãos. Mas uma meia hora depois as manchas diminuíram e ela parou de se queixar. Jantou e dormiu normalmente. 

Imaginei que a ração pudesse ter leite na composição, o que teria causado a reação alérgica, mas verifiquei a embalagem e não tem. 

Estou entrando em pânico, nunca vi uma criança tão cheia de alergia! 

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Consulta com a gastro

Ontem a Malu teve consulta com a gastroenterologista/pediatra que faz o acompanhamento da alergia dela. 

No exame clínico tudo super bem! O peso e a altura estão dentro da faixa normal para a idade (o que nem sempre acontece com crianças alérgicas). A Dra. Jaqueline pôde ver o quanto ela é ativa e elogiou muito seu o desenvolvimento. Também comentou que o fato dela ter tido poucos problemas respiratórios nesse último inverno é muito bom. 

Eu também ganhei alguns elogios por ser uma mãe bastante informada sobre a alergia. A Dra. nem imagina o quanto eu pesquiso e converso com outras mamães sobre esse assunto! kkkkk

Mas, ao contrário do que eu imaginava, ela não pediu os exames de alergia agora... Vamos esperar até maio do ano que vem, quando a Malu irá completar 3 anos, para refazer os exames e, talvez, tentar o enfrentamento. Ela até já nos deu as guias dos exames para fazer em abril/2014. 

Segundo a médica, quando a criança não se cura com 1 ano e nem com 2 anos, melhor esperar até os 3, pois o organismo está mais maduro e tem mais chances de tolerar o leite. 

Saí da clínica um pouco decepcionada, mas já me conformei. Para quem chegou até aqui, não custa esperar mais um pouco. O importante é ela estar bem!


Receitinhas do feriadão


Nesse último feriadão, eu estava inspirada para cozinhar e testei várias receitinhas sem leite de vaca que não poderia deixar de compartilhar aqui. 

Na maioria das receitas, usei o leite de soja Mais Vita da Yoki para uso culinário. Eu não costumo usar leite de soja, mas tinha uma caixa deste na dispensa, resolvi testar e gostei bastante do resultado. Ele não é adoçado e não alterou o gosto das preparações. 


Suflê de Legumes

Usei essa receita de Suflê de Espinafre do Blog O Diário de Receitas sem lactose e fiz algumas alterações para utilizar os legumes que tinha em casa. 

Ingredientes
2 colheres de sopa de azeite
1/2 cebola picadinha
1 colher de café de alho amassado
Legumes da sua preferência picados (eu usei batata, cenoura e ervilhas frescas)
1 caixa de creme de soja

2 gemas
1 colher de sopa de amido de milho
2 claras em neve
Sal e demais temperos à gosto (usei só salsinha)

Modo de preparo:
Refogar a cebola e o alho no azeite, juntar os legumes picados, sal e um pouco de água. Não precisa cozinhar demais os legumes, deixá-los "al dente".
Bater o creme de soja, as gemas e amido de milho no liquidificador. Em separado, bater as claras em neve e depois juntar os legumes escorridos e a mistura do liquidificador delicadamente. Acertar o sal e juntar os temperos desejados. 
Colocar em um refratário grande ou em ramequins individuais untados com um pouco de óleo. Levar ao forno médio pré-aquecido até dourar.

Cadê a foto, produção?  

Macarrão ao Molho Verde

Como a Malu não anda querendo comer legumes, inventei uma receita de macarrão com molho verde que ficou muito boa!

Ingredientes:
1/2 cebola 
1 colher de café de alho amassado
Azeite
Espinafre
2 copos de leite vegetal
1 colher de sopa de amido de milho
Sal

Modo de preparo:
Refogar a cebola e o alho no azeite, juntar o espinafre picadinho e refogar mais um pouco. Depois bater no liquidificador o espinafre, o leite de soja e o amido de milho. Voltar para a panela, acertar o sal e deixar engrossar no fogo baixo. Servir com o macarrão de sua preferência. Juntei no molho um peito de frango picado que eu já tinha cozido, mas não é necessário.


A Malu adorou e comeu quase tudo! Mamãe fica tão feliz!



Panquecas cor-de-rosa

Para o almoço de domingo, fiz panquecas com beterraba.

Ingredientes:
1 ovo
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
2 colheres de óleo
1 xícara de leite vegetal
1 colher de café de sal
1 beterraba pequena sem casca cortada em pedaços

Modo de preparo:
Bater todos os ingredientes no liquidificador, se necessário acrescentar mais leite ou mais farinha de trigo até atingir a consistência de um mingau grosso. 
Fazer as panquecas em frigideira anti-aderente untada com óleo e rechear a gosto (eu usei carne moída refogada com cenoura ralada).

Obs.: Você pode fazer panquecas de outras cores: verde com espinafre ou brócolis, amarela com cenoura, etc. 


Ficou uma delícia, mas dessa vez a Dona Malu não quis nem provar a massa... Comeu só o recheio com arroz e lentilha. 


Bolo de Banana Integral 

No domingo, bateu uma vontade de comer um bolinho com café, então fiz esse aqui.



Ingredientes para uma forma pequena:

3 bananas
1 ovo
1/4 de xícara de óleo (eu usei canola)
1/2 xícara de açúcar (eu usei demerara)
1/2 xícara de leite vegetal
2 colheres de aveia
Uvas-passas, ameixas pretas picadas, damascos picados e castanhas do pará (ou nozes) picadas a gosto (não usei as castanhas porque não tinha em casa). 
3/4 de xícara de farinha de trigo branca
3/4 de xícara de farinha de trigo integral
1 colher de café bem cheia de fermento em pó. 



Modo de preparo:

Bater as bananas, o ovo, o óleo, o açúcar, a aveia e o leite no liquidificador. Despejar a mistura numa tigela e ir acrescentando os demais ingredientes até formar uma massa homogênea. Por último acrescentar o fermento, mexer delicadamente e despejar numa forma untada. Levar para assar em forno médio, por 30 minutos ou até que esteja assado (faça o teste do palito).

Obs.: O meu bolinho ficou meio palito porque esqueci de ligar o dourador do forno elétrico, mas ficou muito gostoso. 



* Este post não é publieditorial.
* Use sempre produtos da sua confiança e que você tenha informações sobre os alergênicos. Em caso de dúvidas, consulte o SAC.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

2 anos e meio: muitas alegrias e algum trabalho!

No último dia 09 de novembro a Malu completou 2 anos e 6 meses! Meu Deus, como passou rápido! Eu até queria ter feito um post sobre o assunto, mas acabou passando e hoje vim falar um pouco de como está o desenvolvimento da minha mocinha. 

Inteligência pura

Pode parecer "corujice" de mãe (e é! kkkk), mas a Malu é muito esperta. Vive nos surpreendendo com os seus comentários e ações. Está sempre ligada em tudo o que acontece ao redor e, quando a gente menos espera, está lá imitando! Um perigo! 


Fala pelos cotovelos

Não é novidade nenhuma, né? Já comentei mil vezes que a Malu é muito tagarela. Mas agora a conversa é diferente, ela consegue dialogar com a gente, conta o que acontece na escola (inventa umas histórias também), fala o que está sentindo e já está fazendo perguntas. 
É muito bom ser mãe de uma mocinha que consegue se fazer entender! Nada de ter que adivinhar o que o choro quer dizer! Ufa! 


Eita, teimosia

Mas nem tudo são flores nessa vida de mãe de uma mocinha de 2 anos e meio... Ainda acontecem muitas crises de birra (será o terrible two ainda?). 
E restaurante é o lugar preferido da Malu para as crises de birra! Não adianta nada conversar antes, combinar que ela vai se comportar, levar tablet e brinquedos. O bom comportamento dura meia-hora e depois ela quer descer da cadeira e correr pelo salão! Eu e o papai andamos até pensando em dar um tempo e só sair para comer fora depois que ela completar 5 anos! kkkk
Dividir os brinquedos e a atenção também é um desafio para ela. Perto de outra criança, ela fica um pouco agressiva, não aceita que os amiguinhos peguem os seus brinquedos e toma de volta na força. Eu e o papai tentamos conversar, negociar, incentivar que ela entregue um brinquedo seu, em troca de um do amiguinho... Eu sei que a criança tem o direito de não querer dividir o que é seu, mas também não pode sair por ai agredindo todo mundo, né? E a vergonha que passamos diante dos amigos? 

Na praia ela fica assim, super comportada...
Desde que ninguém queria mexer no seu baldinho!

Carinhosa

A recompensa por todo o trabalho e os momentos de estresse vem em forma de carinho! 
A Malu é muito carinhosa, adora assistir TV abraçada na gente ou no colo, pede muito "coinho" para a mamãe, faz carinho no braço, pede a mão no carro. Dá muitos abraços e beijos de boa noite e adora ficar abraçadinha  na cama da mamãe logo que acorda... Um amor!


Pérolas da Malu

Para ilustrar tudo o que eu falei, aqui vão algumas pérolas da pequena:
  • Num sábado desses, ela pediu maça no café de manhã. Eu lavei e cortei em pedaços grandes, sem tirar a casca, porque ela gosta assim. Ela mordeu o primeiro pedaço e mostrou para mim, dizendo " - olha, mamãe, sangue! (Para quem não lembra tem um comercial de creme dental assim). 
  • Na última vez que tentamos comer fora, fomos numa pizzaria e ela se comportou muito mal, fazendo o papai correr atrás dela pelo salão inteiro. Comemos do jeito que deu e voltamos para casa. No caminho, o papai vinha falando que precisávamos mudar a forma de educá-la, que talvez fosse necessário algum tipo de castigo e blá blá blá... Quando chegamos em casa, eu fui tirá-la do carro e ela falou para mim: - "eu não queo ficar de castigo..." Aproveitei para conversar sobre o seu mal comportamento... Quem sabe da próxima vez melhora. 
    No pouco tempo que se comportou,
    brincando com um pouco de massa de pizza. 
  • Depois do banho da noite, enquanto eu a visto, é hora dela contar o que acontece na escola. Todo dia acontece alguma coisa, ela conta de tombos, palhaços no refeitório e passeios na floresta! Esses dias ela falou para mim:  " - eu sou a Maria (nome de uma das professoras) e brigo com as crianças que não se comportam." Eu perguntei "- ah é, filha e o que você faz?" E ela me responde "- eu coloco de castigo na salinha". Será verdade?
É ou não é uma figurinha?





quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cuidados com o uso de Repelente Infantil

Mais uma vez venho falar de alergia, mas, dessa vez, não tem nada a ver com leite!

Ontem no final do dia, a Malu estava brincando na garagem e, como é nesse horário que os mosquitos consumam aparecer, resolvi passar um pouco de repelente nela. 

Eu sempre usava a Loção Antimosquito da Johnson´s e nunca tive nenhum problema, mas pensando que era um produto indicado apenas para bebês e a Malu já é uma mocinha, comprei o Repelente Infantil da Huggies Turma da Mônica. 

Já usei outros produtos da mesma marca, como fraldas, lenços umedecidos e xampu e nunca tivemos nenhum problema, mas com o repelente foi diferente. Logo depois de passar, a Malu começou a se coçar e notei manchinhas vermelhas espalhadas pelo corpo... ou seja, ela teve uma reação alérgica!

Dei uma dose de antialérgico e depois do banho ela já estava bem melhor, ficou apenas com alguns arranhões na pele por ter coçado. 

Fiquei muito surpresa, pois, segundo o fabricante, o produto é hipoalergênico, indicado para bebês de 6 meses a 2 anos. Mas como a Malu tem dermatite atópica e tendência a ter alergias, algum componente da fórmula pode ter causado essa reação. Tentei descobrir se tem alguma coisa com leite na composição, mas não consegui identificar, pois as informações estão em inglês na embalagem (alguém pode me explicar porquê?).

Fiz uma rápida pesquisa da internet e encontrei vários relatos de reações alérgicas em crianças após o uso de repelentes, tanto da Huggies quanto da Johnson´s. Então a minha dica para as mamães é que, sempre que forem utilizar um produto novo, passem numa pequena área da pele e fiquem atentas a possíveis reações alérgicas. Se houver algum problema, dê um banho na criança e, se não melhorar rápido, leve ao médico mais próximo. 

Aqui vamos voltar para a loção da Johnson´s, pois o verão vem chegando e, junto com ele, os mosquitos!


Ah! Descobri que ele não é indicado somente para bebês!

A nova JOHNSON'S® baby Loção Antimosquito é o primeiro repelente do mercado seguro e eficaz para bebês com 6 meses ou mais. Isso porque é o único com formulação atóxica. Além disso, sua fórmula sem álcool não resseca a delicada pele do bebê, é clinicamente testada e repele mosquitos, pernilongos, borrachudos e outros insetos por 4 horas. Possui fragrância agradável e é tão eficaz para adultos como para bebês com mais de seis meses de idade.
Indicação
Bebês, crianças, adolescentes e adultos.

Alerta: 
Ontem eu soube do caso de um menino de 2 anos que faleceu em Fortaleça, após ter sido intoxicado com inseticida em spray utilizado no quarto dele. Então, mamães e papais, não deixem de ler essa matéria aqui sobre o uso de inseticidas e repelentes. 


segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Nova reação alérgica... Será?

No último sábado fomos num churrasco na casa de alguns amigos. Como saímos depois do meio-dia, dei o almoço para a Malu em casa e lá ela beliscou uns pedaços de carne e pão francês. Mais tarde, dei um iogurte de soja que tinha levado de casa. Nada fora do normal...

Até que, no meio da tarde, noto algumas manchinhas vermelhas no rosto dela... Procurei por manchas em outras partes do corpo, mas não encontrei nada e logo depois sumiu tudo. 

Fiquei tão preocupada que perdi o sono na noite seguinte pensando no que poderia ter causado aquela reação... Será que foi a colher de plástico (da casa) que eu usei para dar o iogurte ou a tolha de rosto que estava no banheiro? Será, será? Sinceramente, não sei... 

O papai acha que as manchinhas não foram causadas pela alergia... Mas foram causadas pelo quê então?

Esse tipo de acontecimento me deixa tão triste... Sei que existem muitos crianças com alergias graves por ai, mas mesmo assim, fico sem chão!

Dia 20 de novembro teremos consulta com a gastro. Certamente, ela vai pedir novos exames da alergia. Vamos ver no que vai dar... Torçam por nós, por favor!

Para descontrair um pouco... Uma foto da minha princesa se divertindo no parquinho:


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Pequenas alegrias

Que criança (e adulto também) não adora raspar o restinho de brigadeiro ou cobertura de bolo na panela? A Malu adora! E, mesmo com a sua restrição ao leite, ela pode! 

É para ver essa carinha toda lambuzada e a felicidade nos seus olhinhos que eu passo horas e horas pesquisando receitas na internet, adaptando, testando, fazendo todos os amigos de cobaia! kkkkk 






Para muitas mães pode parecer a coisa mais banal do mundo, mas para mim proporcionar essas pequenas alegrias para a minha filha tem um sabor todo especial. Faz valer a pena todo o esforço e preocupação! 

Te amo, filha!

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

A chegada do Papai Noel

No domingo teve chegada do Papai Noel no Floripa Shopping e nós aproveitamos para levar a Malu. 

Antes de sair de casa, o papai conversou com ela e a animação era total, mas chegando no shopping bateu uma ansiedade na pequena e ela só queria saber de colo! Mas curtiu bastante a apresentação do coral, viu o Papai Noel de longe (porque a fila para tirar fotos era imeeeeensaaaa) e brincou com os amiguinhos que também estavam lá.

Só no colinho

O bom velhinho e o coral

Carinha de medo mesmo de longe e no colo do papai

Um pouco da decoração

Depois fomos fazer um lanche na praça de alimentação, o que sempre me deixa tensa pela dificuldade em encontrar opções de lanche sem queijo. Mas na ÁRABI´S Esfirraria fui muito bem atendida por um rapaz que acredito ser o dono. Ele me informou que a massa não era feita com leite e derivados, falou que poderia montar as esfirras com o recheio que eu escolhesse (sem queijo e sem catupiry) e que o kibe também não tinha nada de leite ou derivados. Pedimos esfirras de frango e uma porção de kibes que a Malu adorou!



Ah! Eu estava esquecendo de comentar. A Malu ficou o tempo todo sem fralda no shopping. Acho que eu devo ter ido ao banheiro com ela umas 10 vezes! kkkkk Algumas a pedido dela e outras por precaução. Mas deu tudo certo! Não aconteceu nenhum acidente e ela pediu até para fazer o o nº 2! Minha pequena já é uma mocinha! 

O livro de receitas da escola

Neste final de semana nós tivemos que cumprir uma tarefa da escola com a Malu. A atividade faz parte de um projeto de alimentação saudável e consistia em fazer uma receita junto com ela, registrar através de fotos e colocar no livro de receitas da turminha. O alimento preparado deveria ser enviado para a escola dentro de uma cesta que recebemos. 

Escolhi a receita de bolinhos de banana com cacau e aveia por ser saudável, fácil de fazer e muito gostosa. Para a Malu são "bolinhos de chocolate"!


Aqui está a receita que fizemos:

Ingredientes:
2 bananas grandes
3 ovos
1 xícara de açúcar (usei demerara)
3/4 de xícara de óleo (usei de canola)
2 colheres de sopa de cacau em pó
2 colheres de sopa de farinha de aveia 
1 xícara de água morna
2 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Descasque as bananas e corte em pedaços (a Malu descascou e a mamãe cortou).


 Coloque no liquidificador, junte os ovos, o açúcar, o óleo, o cacau, a aveia e a água. 


Bata bem.

Despeje a mistura sobre a farinha de trigo e mexa até formar uma massa homogênea. 
Junte o fermento e misture delicadamente. 


Unte forminhas de cupcake, coloque cerca de 2 colheres de sopa de massa em cada forminha. O papai ajudou nessa tarefa.



Leve para assar no forno pré-aquecido a 200ºC por cerca de 15 minutos (faça o teste do palito para ver se estão assados).

Essa receita rendeu 32 bolinhos, macios e gostosos!



Foi muito gostoso desenvolver essa atividade com a Malu, ela ficou toda animada e se comportou direitinho, seguindo todas as orientações que eu passava para ela. Sei que daqui para frente terei uma ajudante todas as vezes que for preparar um bolo! kkkkk  Também foi muito legal envolver o papai no preparo da receita.

Mas teve um fato que me entristeceu muito... Ao ler o livro de receitas, vi que ele já tinha passado por cinco outras famílias e todas elas elaboraram pratos com leite e derivados, o que não permitiu que a Malu provasse as delícias feitas pelos coleguinhas e eu não sabia da existência do projeto.

Deixei registrada no livro a minha opinião, elogiei a iniciativa do projeto, mas sugeri que eles pensem na inclusão da criança alérgica. Essa também é uma tarefa das escolas!

* Use sempre produtos da sua confiança e que você tenha informações sobre os alergênicos. Em caso de dúvidas, consulte o SAC.

Receita - Pudim de Leite de Coco

O nosso final de semana foi cheio de coisas gostosas...

Sábado recebemos os compadres Adriana e Flávio, nossa afilhada Luísa e a querida amiga Scheila para jantar com a gente. Fiz uma moqueca de peixe no forno (a receita já postei aqui) e acho que ficou boa, pois todos comeram e elogiaram bastante. 

Para a sobremesa fiz esse Pudim de Leite de Coco:



Vendo a foto assim, você diria que esse pudim não tem leite condensado e nem leite de vaca? Pois é, não tem nada de proteína do leite nele! E ficou delicioso! O melhor doce que eu já fiz sem leite condensado!

Encontrei a receita no blog O Diário de Receitas sem Lactose aqui, mas como sou metida, não segui a receita na íntegra e fiz algumas pequenas alterações:

Pudim de Leite de Coco
400 ml de leite de coco 
4 ovos (na receita original eram 6 ovos e achei que era muito, além de que a minha forma é muito pequena)
1 1/2 xícara de açúcar (na receita original eram 2, mas como diminui a quantidade de ovos, diminui a de açúcar também)
1 pitada de sal (esqueci de colocar! hehehe)

Para a calda:
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água


Modo de preparo:

Primeiro faça a calda. Eu segui esse passo a passo aqui e deu super certo (depois de queimar 2 vezes! kkkkk).
Peneire os ovos (segundo a receita, passo importante para não deixar o pudim com gosto de ovo). Coloque os ingredientes no liquidificador e bata bem. Despeje na forma caramelizada e leve para assar em banho maria (forno médio, 180 graus, pré-aquecido) por 1 hora.

Deixe esfriar bem para desinformar (se possível, deixe de um dia para o outro na geladeira). Para desinformar aqueça a forma no fogão por alguns segundos.

Atualização de 11/11/2013: Não use açúcar demerara nessa receita! Eu tentei fazer a calda com esse tipo de açúcar e quando coloquei na forma, ela açucarou toda! Tive que fazer novamente. Já o pudim com açúcar demerara, ficou muito doce e se desmanchando. Não ficou ruim, mas com o açúcar refinado fica melhor!

* Use sempre produtos da sua confiança e que você tenha informações sobre os alergênicos. Em caso de dúvidas, consulte o SAC.