quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Mais um Kit Festa da Malu

Eu já mencionei neste post aqui o quanto considero importante que a minha filha não deixe de participar de eventos sociais por causa da sua restrição alimentar, lembram?

Na escola nova da Malu tem festa quase toda semana, às vezes tem duas festas na mesma semana! Isso porque as festinhas de aniversário são para todos os alunos da escola e não só para a turminha do aniversariante. O que não deixa de ser uma forma de inclusão das crianças, pois assim os pequenos não ficam vendo os outros comemorarem! Mas, para uma mãe de alérgico, não é fácil!

Ontem teve mais uma festa e na segunda-feira cheguei em casa depois do trabalho determinada a ir para a cozinha preparar o Kit Festa da pequena... Mas não sei se era cansaço ou se eu não estava muito inspirada, mas nada dava certo... Eu não lembrava que tinha acabado o trigo para kibe (ok, eu ia fazer bolinhos de carne, então), depois tentei fazer a massa de esfirra que sempre faço e ela ficou mole demais e acabou a farinha de trigo também... A vontade que eu tinha era de chorar! 

Mas respirei fundo, fui ao supermercado comprar os ingredientes que tinham acabado e retornei para a cozinha. Como já estava muito tarde, optei por comprar uma massa de pastel pronta e usei o mesmo recheio de carne moída que usaria nas esfirras.

O resultado foi esse: 

Bolinhos de cenoura com cobertura de chocolate e brigadeiros de leite de côco
Pastel de carne e mini-kibe de forno

Os Kit´s são identificados com as etiquetas para material escolar impermeáveis
feitas pela BUBU Arts. 

 E assim a Malu pode participar de mais uma festinha!


5 comentários:

  1. Que capricho Lu, nossa ficou lindo o kit festa dela.
    Essa alergia da Malu vai passar com o tempo?
    Tem que ter pique né, trabalhar o dia todo e ainda fazer essas delicias.
    Amei as etiquetas.
    beijos

    http://viniciusmamaequedisse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita no meu cantinho.
      A alergia da Malu tem grandes chances de passar com o tempo. Cerca de 90% das crianças com APLV ficam curadas até os 3 anos, 5% se curam até os 5 anos e somente 5% continuam alérgica pelo resto da vida. Mas eu tenho muita esperança de que a Malu estará no primeiro grupo ou que venha a tolerar pelo menos um pouco da proteína do leite.
      Fácil não é, mas o que a gente não faz por um filho, né?
      As etiquetas foram feitas pela Bruna Gomes.
      Beijos!

      Excluir
  2. que mãe zelosa! Não me canso de admirar! Tudo pelos pequenos neh? Imagino não ser mesmo fácil, mas a Malu merece!

    bjo!

    ResponderExcluir
  3. Hummm parece saboroso esse kit.
    E vc com muita dedicação, sempre! Exemplo viu!
    A Malu é uma princesinha de sorte.
    Bjs

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo seu comentário!
Eu respondo por aqui. Volte para dar uma olhadinha na resposta.
Se precisar de uma reposta mais urgente, mande um e-mail lucianawinck@hotmail.com
Beijos!